Condenados os dois acusados de matar professor em PG Foto: Reprodução

Condenados os dois acusados de matar professor em PG

Lucas Ferreira de Oliveira, de 39 anos, foi encontrado morto em 2019

Boca No Trombone 22.06.2022 17h15

Na madrugada desta quarta-feira (22), chegou ao fim o júri popular de Márcio Rodrigues e Emerson Luiz Martins Ferreira, ambos acusados de assassinar do professor Lucas Ferreira de Oliveira, de 39 anos, morto em dezembro de 2019 em Ponta Grossa. Os dois foram considerados culpados e condenados por homicídio qualificado e crime de furto qualificado por utilizarem o cartão da vítima.

A ex-mulher de Lucas, Patrícia Bruning Manchenho, também estaria envolvida no crime, sendo acusada de ser a mandante e se tornou ré por homicídio duplamente qualificado. O processo de Patrícia foi desmembrado dos demais acusados, após pedir recurso. Ainda não há previsão de data para o julgamento.

Emerson Luis Martins Ferreira foi condenado a mais de 32 anos de prisão em regime fechado por homicídio duplamente qualificado mediante pagamento e recurso que dificultou defesa da vítima, além de dois furtos qualificados.

Marcio Rodrigues foi condenado a mais de 23 anos de prisão por homicídio qualificado mediante recurso que dificultou a defesa da vítima e dois furtos qualificados.

Lucas Ferreira de Oliveira desapareceu em 15 de dezembro de 2019. Ele morava em São Paulo e estava em PG para visitar o filho, segundo a polícia. O corpo do professor foi encontrado dias após o seu desaparecimento, no dia 22 de dezembro, na região do Núcleo Santa Tereza. O rapaz estava amarrado com cordas e apresentava sinais de enforcamento perto de um poço.

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP

Deixe seu comentário