Entidades manifestam apoio ao Portal BNT e repudiam ameaça feita por segurança da prefeita

Entidades manifestam apoio ao Portal BNT e repudiam ameaça feita por segurança da prefeita

Sindicato dos Jornalistas do Paraná e Departamento de Jornalismo da UEPG emitiram nota de repúdio contra a ação truculenta do guarda municipal Bruno Meyer Levi

Marcos Silva 31.05.2022 15h15

O Sindicato dos Jornalistas do Paraná (SindijorPR) e docentes do curso de Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) emitiram nota pública de repúdio à ameaça e agressão protagonizada pelo guarda municipal e segurança da prefeita Elizabeth Schimitd, Bruno Meyer Levi, contra o repórter cinematográfico do portal Boca no Trombone, Carlos Rafael Ozorio, durante evento para anúncio de investimentos de pavimentação em Ponta Grossa. 

Na ocasião, o segurança tentou impedir o trabalho do reporter, que filmava a retirada de pessoas que se manifestaram durante a fala da prefeita de Ponta Grossa. O caso foi registrado em boletim de ocorrência e também junto à ouvidoria da Prefeitura Municipal.

Confira, abaixo, na íntegra, as notas emitidas: 

SindijorPR se solidariza a profissional ameaçado durante visita de Ratinho Jr. a Ponta Grossa

O SindijorPR se manifesta publicamente em solidariedade ao profissional de imprensa Carlos Rafael Ozório, que estava a serviço do portal Boca no Trombone, nesta segunda-feira (30/05), em Ponta Grossa, quando foi vítima de truculência e teve o equipamento de trabalho danificado por seguranças da prefeita da cidade, Elizabeth Schimdt.

Ozório acompanhava a visita oficial do governador Carlos Massa Ratinho Junior à cidade, em uma escola no bairro San Martin, quando uma pessoa foi retirada do local à força após realizar um protesto durante a fala da prefeita. Ozório narrava e registrava tudo por meio de uma transmissão ao vivo, quando foi coagido por seguranças e impedido de acompanhar a situação.

O trabalhador registrou um boletim de segurança por ameaça e por dano ao equipamento. O SindijorPR reitera sua postura em defesa do respeito ao trabalho dos profissionais de imprensa e ao direito constitucional à informação dos cidadãos – que sempre são os mais prejudicados quando um trabalhador de imprensa é impedido de exercer sua atividade.

 

Nota de repúdio do Departamento de Jornalismo da UEPG

Docentes do Departamento de Jornalismo repudiam a agressão ao repórter cinematográfico Carlos Rafael Ozório, do portal Boca no Trombone, ocorrida durante solenidade da Prefeitura de Ponta Grossa com a presença do governador Ratinho Jr nesta segunda-feira (30). Durante a transmissão ao vivo do evento, em que foram anunciados pela prefeita Elizabeth Schmidt os recursos destinados para pavimentação de Ponta Grossa, ocorreram protestos de manifestantes contrários ao governo.

Na ocasião, o repórter cinematográfico registrava as manifestações e a abordagem policial de retirada dos protestantes do local, quando foi impedido de realizar a transmissão por seguranças da prefeita. Carlos Rafael Ozório registrou boletim de ocorrência pela agressão sofrida, relatando que os seguranças danificaram o equipamento e o ameaçaram.

Professores(as) do Curso de Jornalismo repudiam a ação dos seguranças da gestão municipal e todo tipo de violência que busca intimidar e impedir a livre circulação de informações, ao mesmo tempo em que exigem respeito ao trabalho realizado por veículos da imprensa. Defender o direito à informação é compromisso com a democracia!

Ponta Grossa, 31/05/2022

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP