Lojistas procuram empresária de PG e alegam serem vítimas de golpe

Lojistas procuram empresária de PG e alegam serem vítimas de golpe

Carlos Ozório 13.05.2022 12h24


Lojistas do estado de São Paulo procuram por uma empresária da cidade de Ponta Grossa-Pr, após serem vítimas de um possível golpe, onde diversas pessoas perderam dinheiro em um golpe envolvendo produtos para pets.

Os clientes lesionados são empresários do ramo de Pet Shop, os quais alegam terem sido vítima de um golpe, onde as vítimas realizaram a compra de materiais e não receberam os produtos. De acordo com uma denunciante após o pagamento do lote de produtos, a empresária não enviou os produtos e deletou os perfis das redes sociais.

“Eu e mais algumas pessoas levamos Golpe de uma senhora que fábrica laços e badanas para pet shops. Fizemos pedidos, ela pegou nossos pagamentos, apagou tudo das redes sociais e literalmente sumiu”.

Outra cliente em contato com o Boca no Trombone afirmou ter caído em um golpe a situação é a semelhante a relatada anteriormente. Após o pagamento efetuado, a empresa desapareceu.

“Meu nome é Patrícia e tenho um Pet Shop em São Paulo, eu fiz uma compra com uma pessoa da sua cidade em abril e até agora não recebi a mercadoria, fiz pagamento antecipado via pix ,ela sumiu das redes sociais e não responde mais no WhatsApp”

Os lojistas lesionados afiraram que devem entrar com uma ação na justiça localizar a empresária e resgatarem os valores das compras.


A empresa que teria dado o calote em lojistas de São Paulo, tem seu CNPJ registrado na cidade de Ponta Grossa-Pr desde o ano de 2015, tendo como principal atividade econômica o Comércio Varejista de Artigos de Armarinho.

O Portal BnT Online tentou contato com a empresária acusada de dar o calote, porém não obtivemos sucesso. A identidade da acusada será preservada para que não ocorra exposição indevida, porém, as iniciais da empresária são M.Ap.B.

A Polícia Civil da cidade de Ponta Grossa orienta as possíveis vítimas de estelionato que as mesmas devem procurar a delegacia mais próxima e realizar um boletim de ocorrência para registrar o crime.

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP

Deixe seu comentário