Notícias Corporativas

Segmento de piscinas está em alta no Brasil

Segmento de piscinas está em alta no Brasil
Segmento de piscinas está em alta no Brasil
Do número de unidades instaladas à venda de produtos de limpeza e manutenção, o setor está em franco crescimento em todo o país

Festa na piscina: bastam essas três palavras para animar muita gente – e principalmente o setor responsável pelas vendas deste item e produtos relacionados. Afinal, o Brasil ocupa a segunda posição no mundo em vendas de piscinas, perdendo apenas para os Estados Unidos.

Os dados são da Agência Nacional das Empresas e Profissionais de Piscinas (ANAPP). Segundo ela, o setor movimenta cerca de R$ 12 bilhões anualmente. Para dar uma ideia, no Brasil, existem cerca de 3,8 milhões de unidades instaladas.

“O Brasil detém fatores privilegiados que contribuem para esse panorama, como o clima favorável durante todo o ano, e a cultura de festas e momentos de lazer com a família ao redor da piscina”, aponta Alexandre Xavier, diretor da BAUMINAS Hidroazul, Indústria de produtos químicos para tratamento de água de piscinas. “Além disso, hotéis, academias, clubes e residências com piscinas possuem maior valor agregado”.

Isso significa, também, um aumento nas vendas dos itens associados. A produção de aquecedores solares, por exemplo, cresceu cerca de 30% entre 2019 e 2020. Já o de acessório de limpeza registou um aumento de 25% no mesmo período enquanto o de piscinas de fibra, 20,9%. 

Em relação ao material, as piscinas de vinil e de fibra, somadas, representam 70% das unidades do modelo de 3x6m vendidas no país. Enquanto isso, a produção de cloro no Brasil também registra aumento. 

Quando a tecnologia se alia ao bem-estar

A ANAPP indica que somente em 2022, cerca de 103 mil piscinas foram instaladas no Brasil. Ou seja, mais do que um espaço para banhar-se, as piscinas se tornaram importantes locais de lazer e bem-estar. 

Dessa forma, não é à toa que várias inovações vêm se destacando no mercado, refletindo a preferência dos consumidores. Ainda segundo a pesquisa da ANAPP, 58% das piscinas possuem cascatas, por exemplo.

O diretor da BAUMINAS Hidroazul destaca também a crescente preocupação atual com a sustentabilidade. “Muitos proprietários preferem piscinas que utilizem sistemas de aquecimento solar, bombas de calor mais eficientes energeticamente.” A ANAPP também aponta que 73% das piscinas receberam algum sistema de aquecimento. Destas, o aquecedor solar é utilizado em 55% das unidades, mas para a completa desinfecção da água da piscina, o cloro se faz necessário. 

Outro item que se destaca no mercado é o de automação, que permite que o usuário controle funções como o tratamento da água diretamente pelo smartphone. O relatório da ANAPP indica que 54% das unidades instaladas possuem algum tipo de automação eletrônica, como uso de controle remoto, conexão com redes wi-fi dentre outras.

“Não podemos esquecer da variedade de revestimentos e acessórios, criando ambientes relaxantes. São muitas opções que atraem aqueles que veem a piscina não apenas como um lugar para prática de esportes, mas também para relaxamento e saúde”, finaliza Alexandre.

Para mais informações, basta acessar: http://www.hidroazul.com.br


BNT Vídeos

Mais Lidas

Quer receber as Newsletter BnT?

Cadastre-se e receba, um email exclusivo com as principais noticias produzidas pela equipe do Portal Boca no Trombone