Paciente denuncia violência sexual em posto de saúde de PG

Paciente denuncia violência sexual em posto de saúde de PG

O enfermeiro puxou a paciente na maca e tentou introduzir o órgão genital

Carlos Ozório 02.08.2022 19h52

Mais uma grave denúncia de abuso sexual envolvendo profissionais da saúde no município de Ponta Grossa vem à tona neste início de mês de agosto.

O Portal BnT Online tomou conhecimento nesta terça-feira (2), de uma grave denúncia de abuso sexual ocorrido em uma Unidade Básica de Saúde (UBS), na cidade de Ponta Grossa, onde um técnico de enfermagem tentou violentar uma paciente durante atendimento.

De acordo com informações constadas em Boletim de Ocorrência, equipes policiais foram acionadas pela vítima, após tentativa de estupro ocorrido na UBS Santo Domingo Zampier, localizada no residencial Costa Rica.

Para preservar a identidade da vítima e do acusado, nesta reportagem será utilizado de identificação fictícia. De acordo com o documento, por volta das 10 horas a paciente Maria Clara deslocou até a UBS afim de receber uma dose de vacina, sendo recepcionada pelo enfermeiro José Antônio, o qual seguiu com a mesma para a sala de vacinação.

No local o enfermeiro teria agarrado a paciente, tentando beijá-la contra a sua vontade, não bastasse, o acusado levou a vítima até a maca da sala de vacinas. Ainda de acordo com o documento, José tirou seu órgão genital e forçadamente tentou introduzir seu pênis na paciente.

A vítima relatou para a equipe policial que José a abraça fortemente, tentando manter relação sexual. Por fim a vítima conseguiu se desvencilhar, evadindo-se do local e acionando as equipes da Polícia Militar.

Ao chegar na Unidade Básica de Saúde, a equipe policial indagou a gerente de atenção primária da unidade a qual “parcialmente ciente dos fatos, informou que o enfermeiro teria se ausentado do local de trabalho, alegando problemas de saúde”. Após identificado o acusado, as equipes seguiram para a residência do mesmo, onde seu pai informou que José teria passado na residência, mas saiu rapidamente e não fora mais localizado.

Em posse do Boletim de Ocorrência confeccionado pela Polícia Militar, o Portal BnT Online procurou a Prefeitura de Ponta Grossa, juntamente com a Fundação Municipal de Saúde (FMS), questionando sobre os procedimentos que estão sendo tomados diante da grave denúncia.

Mais uma vez, porém, não veio resposta anterior à publicação do material jornalístico.

Esta é, portanto, a terceira acusação de assédio e abuso sexual cometido por profissionais de saúde da Prefeitura Municipal de Ponta Grossa em menos de 30 dias. Sendo que os dois casos anteriores envolviam servidores terceirizados que atuavam na UPA Santa Paula. 

 A UBS citada na reportagem é a mesma a qual equipe médica estaria negando atendimento para pacientes nos últimos dias.

Paciente denuncia violência sexual em posto de saúde de PG

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP