Brasil Destaque

PF faz acordo de delação premiada com Ronnie Lessa, assassino de Marielle Franco

Delação deve concluir o caso, aberto há seis anos, quando Lessa executou Marielle e Anderson Gomes. PF quer descobrir o mandante do crime

A Polícia Federal fechou um acordo de delação premiada com o ex-policial reformado Ronnie Lessa, responsável pelo assassinato da vereadora Marielle Franco e Anderson Gomes, em 2018.

Segundo informações, a delação deve concluir o caso, aberto há quase seis anos. Ronnie foi indiciado após o ex-policial Élcio Queiroz declarar que estava dirigindo o carro de onde saíram os disparos contra a vereadora e que Lessa teria sido o atirador. Os dois estão presos desde junho de 2019.

Um outro ex-bombeiro também está envolvido no caso, suspeito de armar emboscadas para matar as vítimas. O pedido de delação ainda deve ser homologado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e deve servir para descobrir quem foi o mandante do crime.

Leia também: Operário encara o PSTC pela segunda rodada do Paranaense neste domingo (21)

 


    Boca no Trombone

    Boca no Trombone

    O Portal BnT foi criado em 2021 e trata sobre diversos temas que afetam você e toda a comunidade de Ponta Grossa e região

    Comentar

    Clique aqui para comentar

    BNT Vídeos

    Quer receber as Newsletter BnT?

    Cadastre-se e receba, um email exclusivo com as principais noticias produzidas pela equipe do Portal Boca no Trombone