#VCcomaBNT

Produtores de frango de Ipiranga pedem providências para conseguir escoar produção devido as condições das estradas

Uma das situações aconteceu na segunda-feira durante carregamento na região da Colônia Taió. A reportagem procurou o secretário de obras do município, mas até o momento não obteve retorno

Nesta semana produtores de frango de uma propriedade rural de Ipiranga, mais precisamente na Colônia Taió, enfrentaram mais um problema para escoar a produção. A questão é as condições das estradas em decorrência das chuvas, principalmente dentro de propriedades, qual segundo a denunciante, a prefeitura mediante pedido formal também ajuda nessas situações.

Para a reportagem do Portal Boca no Trombone, a mulher que é filha de produtores da região, disse que a estrada fica intransitável durante as chuvas. “Isso é reincidente de toda chuva que dá quando vai sair lote de frango para o abate, a estrada não tem a manutenção adequada e quem paga o preço é o produtor rural. Inclusive o município recebe ISS da venda dos frangos. Além disso, até os caminhões de ração frequentemente encalham também”.

A denunciante ainda detalha que faz anos que estão pedindo o cascalhamento e manutenção períodica das estradas. “Quando foi inaugurado o aviário novo na propriedade (meados de junho), teve uma reunião com os responsáveis da prefeitura e a chefia de uma empresa, em que ficou acertado que a prefeitura iria cascalhar o pátio pra conseguir escoar a produção, entretanto, pouca coisa foi feita. Cada vez que chove é essa novela, implorar para a prefeitura mandar máquina para tirar os caminhões arrastados de lá”.

Em decorrência da falta de manutenção, a denunciante ainda explica que “uma vez que se trata de carga viva e quando há atrasos nos carregamentos, ocorre quebra de peso e nós vendemos por quilo, então consequentemente, temos prejuízo financeiro. No caso da segunda-feira (18), atrasou duas horas o carregamento, porque os caminhões não conseguiam encostar no aviário para carregar”. Por outro lado, ela conta que após o atraso do carregamento uma patrola da prefeitura chegou para ajudar.

A família também procura a prefeitura através de solicitações. Um dos casos foi em 2021 através do “Programa Pró Campo”. Na ficha de requerimento pede serviço de apoio e melhoria rural, e como máquinas e materiais para serem utilizados no imóvel, foi pedido o apoio de uma retroescavadeira e a colocação de cascalho.

Sobre isso e outros questionamentos, a reportagem procurou o secretário de obras do município, para saber mais detalhes do programa e também sobre a manutenção das estradas, tanto fora como nas propriedades (pátio), mas até o momento não obteve retorno.

Leia também: Piraí do Sul terá novo complexo esportivo e praça revitalizada com investimento estadual de R$ 3,5 milhões


Matheus de Lara

Matheus de Lara

Jornalista formado pelo Centro Universitário Santa Amélia (UniSecal) de Ponta Grossa.

Graduado em dezembro de 2019, já trabalhou por dois anos em jornal impresso em conjunto com um portal de notícias. Atualmente exerce o cargo de jornalista no Portal Boca no Trombone, desde 13 de março de 2023.

Comentar

Clique aqui para comentar

BNT Vídeos

Quer receber as Newsletter BnT?

Cadastre-se e receba, um email exclusivo com as principais noticias produzidas pela equipe do Portal Boca no Trombone