Campos Gerais Destaque

Projeto da Cadeia de Castro permite que detentos tirem a Carteira de Identidade

Fotos: Elerson de Lima
Hoje quatro detentos confeccionaram o RG. Nos próximos dias a previsão é de mais 10

Começou nesta sexta-feira (26), o novo projeto da Cadeia Pública de Castro para atender os detentos que não tem ou extraviaram a Carteira de Identidade. A ação tem uma parceria entre a direção da cadeia, Defensoria Pública e do Instituto de Identificação da Polícia Civil.

No primeiro dia quatro presos fizeram o RG e a logística para segurança, escolta e transporte ficaram sobre a responsabilidade do Setor de Operações Especiais de Ponta Grossa (SOE-PG). A reportagem do Portal Boca no Trombone conversou com o diretor da cadeia, Elerson de Lima. Ele disse que a ideia é que todos os reeducandos sem identidade façam esse documento, qual na primeira entrevista feita pela assistente social 36 detentos não tinham, e o primeiro passo é fazer desses. “Após isso, fica mais fácil obter um controle, pois logo na entrada da pessoa na unidade, já é verificado se o mesmo tem identidade, e sendo a resposta negativa, já é agendado para confecciona-lá”, conta Elerson.

O diretor explica que o processo de identificação é realizado pela manhã e leva 15 dias para ficar pronto o documento físico. “O documento ficará no prontuário do reeducando e quando o mesmo receber a liberdade, levará para casa sua identidade”. Sobre quando será a próxima vez com outros reeducandos, Elerson explica que “estamos combinando com o setor de identificação para que no próximo encontro, possamos levar 10 reeducandos, ainda sem data, mas para a primeira quinzena de fevereiro”.

Projeto

O projeto se originou a partir do momento que a Defensoria Pública de Castro disponibilizou uma assistente social. “É importante que as pessoas que estão reclusas, tenham acesso aos seus documentos pessoais, como identidade, neste caso. Esse documento é fundamental para que o reeducando possa exercer seus direitos, para receber benefícios e para se reintegrar à sociedade após cumprir sua pena”, aponta Elerson. Pelo avanço do projeto, o diretor agradece a Assistente Social, Angelica Ricetti Tozetto, ao Grupo SOE-PG e a Chefe do Setor de Serviços de Identificação Neila Rubya Stella.

Leia também: EXCLUSIVO: Confira detalhes e shows já confirmados para o rodeio de Castro


    Matheus de Lara

    Matheus de Lara

    Jornalista formado pelo Centro Universitário Santa Amélia (UniSecal) de Ponta Grossa.

    Graduado em dezembro de 2019, já trabalhou por dois anos em jornal impresso em conjunto com um portal de notícias. Atualmente exerce o cargo de jornalista no Portal Boca no Trombone, desde 13 de março de 2023.

    Comentar

    Clique aqui para comentar

    BNT Vídeos

    Quer receber as Newsletter BnT?

    Cadastre-se e receba, um email exclusivo com as principais noticias produzidas pela equipe do Portal Boca no Trombone