Campos Gerais Destaque

Carambeí divulga que cadastro para espera de vaga em creches será em fevereiro

Foto: Divulgação
Cadastros e recadastros serão efetuados no período do dia 5 a 29 de fevereiro

A Prefeitura de Carambeí divulgou no Diario Oficial de segunda-feira (15), a orientação para os pais e responsáveis que queiram fazer o cadastro e recadastro de crianças para espera de vaga na Educação Infantil – Etapa Creche da Rede Municipal de Ensino e instituição conveniada para o ano letivo de 2024.

Conforme o texto, os cadastros e recadastros serão efetuados no período do dia 5 a 29 de fevereiro das 08h30 às 12 horas e das 13 às 17 horas, na Secretaria Municipal de Educação e Cultura, que fica localizado na Avenida do Ouro, n° 500, Nova Holanda. O processo abrange crianças desde o nascimento até aquelas que completarem quatro anos após o dia 31 de março desse ano.

“A secretaria emitirá comprovação de cadastramento ou recadastramento para os pais ou responsável legal, constando número de protocolo e informações necessárias para a consulta de situação do cadastro. O recadastramento será realizado para atualização da lista de espera e adequação da posição na situação de enquadramento, conforme legislação vigente”, explica o texto.

Para participar, os pais ou responsáveis que tem interesse por uma vaga, devem comparecer na Secretaria Municipal de Educação e Cultura, com o original dos seguintes documentos, RG dos pais ou responsável legal; certidão de nascimento ou RG da criança e comprovante de residência no município de Carambeí. Já para as vagas prioritárias a documentação é diferente. Veja aqui

Além disso, a lista de espera tem um prazo de vigência, qual o encerramento acontece ao final de cada ano letivo, devendo os remanescentes retornarem para o recadastramento obrigatório. Por outro lado, a orientação da prefeitura é de que “o cadastro de crianças com deficiência, crianças cuja família seja beneficiária de programas sociais e em estado de pobreza ou extrema pobreza, crianças em situação de vivência de violência no âmbito doméstico ou intrafamiliar, acolhidas institucionalmente ou inseridas no serviço de acolhimento em família acolhedora, e crianças cujos pais encontram-se em espaço prisional com situação de vulnerabilidade social e risco pessoal, terão prioridade sobre os demais para fins de chamada para matrícula”, aponta o texto disponível no Diário Oficial.

Em relação a disponibilidade de vaga, a secretaria vai entrar em contato com os pais, qual devem comparecer em até cinco dias para aceitação da vaga e retirada da autorização de matrícula. O não comparecimento a contar da assinatura do protocolo de aceitação de vaga, implicará na exclusão do nome da criança da lista de espera de vaga.

Leia também: Vagas de estágio estão abertas em Piraí do Sul


    Matheus de Lara

    Matheus de Lara

    Jornalista formado pelo Centro Universitário Santa Amélia (UniSecal) de Ponta Grossa.

    Graduado em dezembro de 2019, já trabalhou por dois anos em jornal impresso em conjunto com um portal de notícias. Atualmente exerce o cargo de jornalista no Portal Boca no Trombone, desde 13 de março de 2023.

    Comentar

    Clique aqui para comentar

    BNT Vídeos

    Quer receber as Newsletter BnT?

    Cadastre-se e receba, um email exclusivo com as principais noticias produzidas pela equipe do Portal Boca no Trombone