Destaque Ponta Grossa

Doutores Palhaços levam carnaval aos hospitais de Ponta Grossa

Fotos: Divulgação / Júlia Abda
Ao todo, 21 voluntários se revezaram nos dias de visita, levando alegria para os pacientes internados. As intervenções alcançaram um total de 391 pacientes

O Carnaval começou mais cedo nos hospitais de Ponta Grossa. Nesta semana, entre os dias 5 a 7 de fevereiro, a Organização Não Governamental Doutores Palhaços – SOS Alegria realizou as intervenções com os pacientes internados em cinco instituições da cidade, em clima de folia. A ação contou com a participação da ‘bandinha’ dos palhaços, que tocou paródias das marchinhas de Carnaval.

Receberam as intervenções artísticas dos palhaços do SOS Alegria o Hospital do Coração Bom Jesus, a Santa Casa de Misericórdia, o Hospital Universitário Materno Infantil, o Ambulatório Universitário Central (antigo Pronto Socorro) e o Centro Hospitalar São Camilo. Ao todo, 21 voluntários se revezaram nos dias de visita, levando alegria para os pacientes internados.

Leia também: Gestante de gêmeas aguarda há quatro dias por vaga para cesariana de emergência

As intervenções alcançaram um total de 391 pacientes e 136 colaboradores das instituições de saúde. A coordenadora artística da ONG, Micheli Vaz relata que o bloquinho de carnaval marcou a volta dos trabalhos do elenco nos hospitais da cidade após o recesso de férias. “Nosso trabalho nesta semana teve a intenção de deixar o clima do ambiente hospitalar mais leve, tanto para os pacientes, como também para os colaboradores das instituições, que muitas vezes não tem condições de aproveitar este período festivo”, comenta.

“O bloquinho denominado como ‘Risotril’ passou pelas alas, pelas salas de espera, pelos consultórios, pelos corredores e pelos quartos, levando com a bandinha, paródias das marchinhas clássicas do Carnaval, readaptadas pelos próprios palhaços de hospital em versões inéditas”, comenta Micheli.

O coordenador geral da ONG, Bruno Madalozo, adianta que o trabalho efetivo para 2024 inicia a partir do dia 19, com um total de 48 voluntários, divididos em mais de 15 escalas no decorrer das semanas. “Atenderemos todos os hospitais da cidade, com um elenco capacitado artisticamente, mas também preparados para atuar, considerando os cuidados e exigências do ambiente hospitalar”, finaliza Madalozo.

As ações da ONG contam com o apoio da DAF Caminhões, Banco PACCAR, Scherer Autopeças,  Concessionárias Barigui e Agrocete.


    BNT Vídeos

    Quer receber as Newsletter BnT?

    Cadastre-se e receba, um email exclusivo com as principais noticias produzidas pela equipe do Portal Boca no Trombone