Destaque Ponta Grossa

Idosa de 100 anos espera quase três horas por uma vaga na UPA Santa Paula

Fotos: Ricardo Marcondes
Idosa ficou esperando pela vaga em uma ambulância do Samu

Uma lamentável situação expõe o desrespeito e as dificuldades enfrentadas pelos idosos no sistema de saúde. No início da madrugada desta quinta-feira (25), uma idosa de 100 anos, em estado delicado, aguardou por quase três horas dentro de uma ambulância do SAMU, sofrendo com falta de ar, fome, dor e limitações físicas, a espera de uma vaga na UPA Santa Paula, em Ponta Grossa.

O filho da idosa, Angelo Bini, disse para a reportagem a angustiante espera da mãe. Duas ambulâncias do Samu permaneceram paradas devido à falta de leitos disponíveis. A primeira trouxe também uma idosa de aproximadamente 100 anos, qual conseguiu vaga após quase duas horas de espera, enquanto a mãe de Angelo continuava aguardando.

Revoltado com a situação, Angelo solicitou ajuda para evitar que outros pacientes enfrentem a mesma situação. Ele conta que a idosa passou mal em casa e o Samu prestou apoio constante.

Mesmo com a presença da Polícia Militar, o médico da UPA Santa Paula informou que não havia vaga na unidade e preferia manter a idosa na ambulância sob os cuidados de enfermeiros, a deixá-la nos corredores do hospital.

O filho enfatizou a rapidez do atendimento pelo Samu, mas expressou frustração ao ouvir do médico que considerava forçar a alta de outra paciente de 103 anos para abrir espaço. A situação expõe a urgência em abordar as deficiências no sistema de saúde, garantindo que os idosos recebam o tratamento e a dignidade que merecem.

Leia também: Inscrições e escolha de curso para o Sisu terminam hoje


    Boca no Trombone

    Boca no Trombone

    O Portal BnT foi criado em 2021 e trata sobre diversos temas que afetam você e toda a comunidade de Ponta Grossa e região

    1 Comentário

    Clique aqui para comentar

    • Meu Deus! Quantos anos esses problemas na Saúde em Ponta Grossa e ninguém consegue melhorar!! A Saúde em Ponta Grossa deve ser meta principal dos governantes e fiscalização rigorosa. A população sofrendo e morrendo e continuam afirmando que tudo está funcionando. Não há vagas em UTIS nos hospitais aqui em Ponta Grossa só em cidades próximas. A quantidade de óbitos só aumentando. Isso é
      muito grave! A Promotoria precisa ajudar o povo de Ponta Grossa.

    BNT Vídeos

    Quer receber as Newsletter BnT?

    Cadastre-se e receba, um email exclusivo com as principais noticias produzidas pela equipe do Portal Boca no Trombone