Evento Ponta Grossa

Festival traz Luis Melo e Alice Ruiz nesta sexta (12) em Ponta Grossa

Inserir um título
Assessoria
O público terá a oportunidade de participar de uma mesa de conversa sobre os desafios e realidades de quem integra essa nova geração com mais de 60 anos

As novidades não param na programação do Festival Memorabilia, um evento que busca valorizar a nova geração 60+ em Ponta Grossa. Nesta sexta-feira, 12 de julho, o público terá a oportunidade de participar de uma mesa de conversa sobre os desafios e realidades de quem integra essa nova geração com mais de 60 anos. O bate-papo, que começa às 19h, no Cine-Teatro Ópera, contará com a presença da escritora Alice Ruiz, do ator Luis Melo, do músico Lydio Roberto e da professora aposentada Maria José Subtil, com mediação da jornalista Ana Cláudia Gambassi. A entrada é gratuita e aberta para todos, independente da idade. O Festival é realizado pela Diálogos Culturais, com produção da Estratégia Projetos Criativos e Inspire Projetos Criativos.

Leia também: Entidades de PG e de outros 24 municípios são contemplados com prêmios de R$ 5 mil do Nota Paraná

A proposta da conversa aberta é que o público e os participantes consigam trocar vivências e discutir como é o processo de envelhecimento nessa nova geração e em seus respectivos espaços de atuação profissional. Para Eziquiel Ramos, diretor geral do evento, o propósito é criar um ambiente que seja inovador e que ressignifique o pensamento dos presentes de como uma pessoa de maior idade pode se comportar. “Existe uma geração que está envelhecendo com você. Então, quando pensamos em quem é essa pessoa, como ela se comporta, quais suas atividades de lazer e de que forma ela está incluída na sociedade, nós já estamos quebrando alguns paradigmas sociais”, comenta.

“Discutir a nova geração 60+ é falar sobre uma comunidade totalmente ativa, criativa, com energia para viver e que continua trabalhando e produzindo. E é nesse ambiente criativo que a presença de grandes nomes de diferentes áreas de atuação fortalece o debate e a importância do Festival”, conta o diretor de produção, Eduardo Godoy.

Programação

O Festival Memorabilia 60+ é um projeto multicultural com programação diversa. Na agenda, o público vai poder acompanhar ainda o show inédito reunindo os mestres da música regionalista Álvaro Bueno, Boró e Silvestre Alves (sábado, 20h); uma Mostra Regional de Talentos Musicais, com a participação de 15 atrações da região (sábado, 15h), exposição interativa ‘A Música da Minha Vida’ e show de encerramento com o cantor Moacyr Franco (domingo, 19h, ingressos esgotados). Toda a programação é gratuita e acontece no Cine-Teatro Ópera.

Convidados

Alice Ruiz é poeta, haicaísta e compositora. Com mais de 20 livros publicados, é vencedora, dentre outros, do Prêmio Jabuti de Poesia em 1989 (‘Vice Versos’) e 2009 (‘Dois em Um’). Além disso, suas composições musicais já foram gravadas por artistas como Zeca Baleiro, Adriana Calcanhoto, Ney Matogrosso e Cássia Eller. É uma das curadoras da exposição ‘Múltiplo Leminski’, que passeia pela vida de Paulo Leminski, que foi seu marido.

Já Luis Melo é ator e empreendedor, criador do Campo das Artes, espaço multicultural em São Luiz do Purunã. Entre seus principais trabalhos estão as novelas ‘O Cravo e a Rosa’, ‘A Casa das Sete Mulheres’, ‘Hilda Furacão’, e os filmes ‘O Auto da Compadecida’, ‘Caramuru – A Invenção do Brasil’ e ‘Chico Xavier’. Atualmente está em cartaz com o premiado espetáculo ‘Mutações’.

Participa também da conversa o cantor e compositor Lydio Roberto, criador do grupo Alla Breve, com quem realizou diversas apresentações e participações em festivais de música pelo Brasil. Atualmente, o músico coordena o grupo de vivências musicais Coisas de Alice, é membro da equipe pedagógica da Cântaro Arte-Educação e integra o Movimento Brasileiro da Canção Infantil. A mesa conta ainda com a professora aposentada da Universidade Estadual de Ponta Grossa, Maria José Subtil. Graduada em Licenciatura em Música pela Faculdade de Educação Musical do Paraná, mestre em Educação pela UEPG e doutora em Engenharia de Produção/Mídia e Conhecimento, pela Universidade Federal de Santa Catarina, Maria José participou da implementação dos cursos de licenciatura em Música e Artes Visuais da UEPG.

Realização

A realização do festival é da Diálogos Culturais, com direção geral de Ezequiel Ramos e produção de Rafaela Prestes (Inspire Projetos Criativos) e Eduardo Godoy (Estratégia Projetos Criativos), com apoio da RPC e Rujô. O evento é financiado com recursos da Lei Paulo Gustavo, oriundos do Governo Federal para o edital Paraná Festival, gerido pela Secretaria de Estado da Cultura – Governo do Estado do Paraná.


Das assessorias

Das assessorias

Textos produzidos pelas assessorias de imprensa. Sejam dos órgãos públicos, de empresas da iniciativa privada ou de organizações do terceiro setor.

Comentar

Clique aqui para comentar

BNT Vídeos

Quer receber as Newsletter BnT?

Cadastre-se e receba, um email exclusivo com as principais noticias produzidas pela equipe do Portal Boca no Trombone