Policial

Homem é condenado a 30 anos de prisão por estuprar a própria filha em Castro

Apesar da condenação, o homem não chegou a ser preso e poderá recorrer da sentença em liberdade. Caso aconteceu em 2017, quando a vítima tinha 7 anos

Um homem, denunciado pelo Ministério Público do Paraná (MPPR) por ter estuprado a própria filha, foi condenado a mais de 30 anos de cadeia em Castro. A sentença foi confirmada nesta quinta-feira (16).

Conforme a denúncia, apresentada por meio da 4ª Promotoria de Justiça da comarca, o réu teria cometido “atos libidinosos diversos da conjunção carnal” com a própria filha, que tinha 7 anos de idade na época dos fatos (em 2017). Os atos criminosos teriam acontecido na casa do condenado, durante as visitas quinzenais da vítima.

A determinação da pena levou em conta o fato de o réu ser pai da vítima e ter cometido os crimes de forma continuada e prevalecendo-se das relações domésticas. Apesar da condenação, o homem não chegou a ser preso e poderá recorrer da sentença em liberdade.

Leia também: Mais de 200 trabalhadoras da educação de PG são demitidas após rescisão de contrato de terceirizada


Carlos Solek

Carlos Solek

Castrense, formado em jornalismo pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (2020-2023). Atua no portal BNT desde setembro de 2022.

Comentar

Clique aqui para comentar

BNT Vídeos

Mais Lidas

Quer receber as Newsletter BnT?

Cadastre-se e receba, um email exclusivo com as principais noticias produzidas pela equipe do Portal Boca no Trombone