Destaque Economia

Mais de 100 mil trabalhadores terceirizados do Siemaco receberão reajuste salarial

Reprodução
Os tíquetes terão um expressivo acréscimo de 26,92%, enquanto o piso salarial terá um reajuste de 6,97%, e os demais salários da categoria serão elevados em 4%

Após uma batalha incansável, mais de 100 mil trabalhadores terceirizados no setor de asseio, conservação, serviços especializados e limpeza do Paraná têm motivos para comemorar. A partir de 1º de fevereiro, salários e vale-alimentação serão reajustados, marcando um aumento significativo para a categoria.

Os tíquetes terão um expressivo acréscimo de 26,92%, enquanto o piso salarial terá um reajuste de 6,97%, e os demais salários da categoria serão elevados em 4%. Nesta convenção, o Siemaco Ponta Grossa e a Federação dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação do Paraná (Feaconspar) não apenas garantiram a cobertura da inflação, mas também conquistaram um aumento real e o maior índice de reajuste no vale-alimentação em todo o país.

A partir de fevereiro, o piso salarial dos trabalhadores do Siemaco no Estado do Paraná será de R$ 1.641 e o tíquete alimentação terá um novo valor de R$ 700 para aqueles que não recebem alimentação no local de trabalho, e R$ 384 para aqueles que a recebem.

Para mais detalhes sobre os salários, baixe o aplicativo Siemaco Paraná pelo Google Play ou na Apple Store ou acesse a página do Siemaco, onde a tabela completa estará disponível. A convenção coletiva de trabalho pode ser consultada no site www.siemacopg.org.br/convencoes.

Leia também: Siemaco Ponta Grossa lança campanha Janeiro Branco para promover saúde mental e bem-estar emocional


    BNT Vídeos

    Quer receber as Newsletter BnT?

    Cadastre-se e receba, um email exclusivo com as principais noticias produzidas pela equipe do Portal Boca no Trombone