Policial

Polícia Civil de PG finaliza investigações sobre a morte do homem que foi gravemente agredido

O autor das agressões foi interrogado e admitiu parcialmente os fatos, aduzindo que por estar alcoolizado não se recorda de detalhes da briga e que lesionou fisicamente de forma grave a vítima

A Polícia Civil de Ponta Grossa conclui na manhã de quarta-feira (19), as investigações da morte de Hildebrando Lacerda de Souza, de 54 anos, que foi agredido fisicamente em fevereiro e alguns dias depois faleceu. O responsável, um homem de 47 anos, que se encontra em liberdade, foi indiciado pelo crime de lesão corporal seguida de morte.

De acordo com as informações do delegado Derick Moura Jorge, no dia 10 de fevereiro desse ano, Hildebrando foi conduzido ao Hospital Universitário (HU-UEPG) de Ponta Grossa após ser agredido fisicamente, tendo falecido no dia 27 de fevereiro em virtude de complicações advindas do traumatismo cranioencefálico que sofreu (lesões de centros encefálicos). Com isso, foram realizadas as devidas diligências investigativas que resultaram na identificação do autor do crime, um homem de 47 anos.

“De acordo com o apurado, na data dos fatos (10/02/2024), após um churrasco, autor e vítima, que eram amigos, deslocaram-se até um bar situado na Colônia Dona Luiza, onde encontraram duas mulheres. Após, quando todos os envolvidos encontravam-se no interior do veículo da vítima, iniciou-se uma discussão entre esta e o autor, advinda da forma pela qual o autor estaria tratando uma das mulheres. Por não concordar com o comportamento do autor, a vítima estacionou o veículo e pediu para que aquele saísse do automóvel, momento no qual o autor teria investido fisicamente contra a vítima, agredindo-a com socos na região da face”, conta o delegado.

O delegado continua que “na sequência, o autor dirigiu-se até o veículo, se apossou de uma garrafa de vidro e desferiu outro golpe contra a cabeça vítima, a qual caiu e bateu com a cabeça no meio-fio da rua. Após, o autor ainda teria desferido dois chutes contra as costas da vítima, tendo fugido na sequência”.

O autor, após ser identificado, foi interrogado e admitiu parcialmente os fatos, aduzindo que por estar alcoolizado não se recorda de detalhes da briga e, tampouco, que havia lesionado fisicamente de forma grave o Hildebrando. O caso foi concluído, sendo o autor, que se encontra em liberdade, indiciado pelo crime de lesão corporal seguida de morte, sendo que o inquérito policial será encaminhado ao Ministério Público local nos próximos dias para adoção das medidas cabíveis.

Veja mais detalhes:

Leia também: Caso Isis: Suspeito do desaparecimento da jovem é transferido para PG


Boca no Trombone

Boca no Trombone

O Portal BnT foi criado em 2021 e trata sobre diversos temas que afetam você e toda a comunidade de Ponta Grossa e região

Comentar

Clique aqui para comentar

BNT Vídeos

Quer receber as Newsletter BnT?

Cadastre-se e receba, um email exclusivo com as principais noticias produzidas pela equipe do Portal Boca no Trombone