Policial

Polícia conclui investigação do homicídio da pequena Geovana em PG

Um dos participantes no crime segue foragido. Investigações foram concluídas.

Foram concluídas, no final da tarde ontem (18), as investigações relacionadas ao homicídio de Geovana dos Santos Wilczeski, culminando no indiciamento de três suspeitos de participação no crime.

Em relação a morte de Geovana, os investigados foram indiciados pela prática do crime de homicídio qualificado pelo motivo fútil, impossibilidade de defesa da vítima e contra menor de quatorze anos.

Os suspeitos foram indiciados ainda por sete tentativas de homicídio, relacionadas a outros adultos e crianças que estavam no local, pois como anotado pela Autoridade Policial em seu relatório “ mesmo verificando que no local haviam diversas pessoas, inclusive crianças, os investigados prosseguiram na trama delitiva, tendo (…) desferido diversos disparos de arma de fogo em direção ao estabelecimento, visando atingir (…) e assumindo o risco de atingir as demais pessoas que ali estavam ”.

Assim agindo, caracterizado dolo eventual na previsibilidade de produção do resultado morte dos frequentadores do local, estes foram indiciados por múltiplas tentativas de homicídio qualificado pela impossibilidade de defesa das vítimas.

No relatório final, foi representada ainda pela conversão da prisão temporária em preventiva dos investigados, cabendo a análise ao Poder Judiciário, após ouvido o Ministério Público.

RELEMBRE O CASO

No dia 22 de abril um indivíduo que estava na garupa de uma motocicleta, na tentativa de matar um homem que estava em uma loja de conveniência, efetuou diversos disparos de arma de fogo em direção ao local, vindo a atingir a pequena Geovana dos Santos Wilczeski, criança de 10 (dez) anos de idade,na região da cabeça.

Tão logo a Polícia Civil recebeu informações do crime, foram iniciadas diligências visando o completo esclarecimento do delito.

As investigações apontaram que os criminosos, que estavam em uma motocicleta, tentaram matar um homem que estava na conveniência onde Geovana foi atingida.

A briga entre os homens teria iniciado em razão de um dos suspeitos ter se desentendido com o homem que estava na conveniência e um amigo deste por eles terem passado na frente da residência do investigado ouvindo musica e supostamente terem feito um sinal com as mãos entendido como arma de fogo.

Foi, no curso das investigações, que além dos indivíduos que estavam na motocicleta, havia um outro homem envolvido.

Um dos homens, ainda encontra-se foragido. Trata-se de DOUGLAS DANIEL FERREIRA RIBAS, vulgo “DUDA”.

Agora, as conclusões foram encaminhadas ao Ministério Público, a quem cabe analisar o oferecimento da denúncia.

Leia também:
Caso Isis: Suspeito do desaparecimento da jovem é transferido para PG


Igor Rugilo

Igor Rugilo

Desde 2013, Igor tem trilhado uma carreira diversificada no mundo da comunicação. Começando como sonoplasta em uma rádio em Ponta Grossa, rapidamente evoluiu para se tornar um dos produtores de um programa. Em seguida, assumiu o desafio de Repórter Policial em um programa de TV a cabo.

Em 2016, Igor embarcou em uma missão de serviço voluntário no Paraguai, dedicando dois anos à A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Após seu retorno, expandiu seus horizontes profissionais, atuando como redator em uma rede de televisão aberta em 2018.

Em 2020, Igor voltou às suas raízes no rádio e à cobertura policial, desta vez através de um site de notícias. Atualmente, é parte integrante da equipe do Portal Boca no Trombone. Além do seu domínio do português, Igor é fluentemente em espanhol.

Igor detém o registro de Jornalista sob o número 0012423/PR, solidificando sua dedicação à ética e integridade profissional no campo da comunicação.

Comentar

Clique aqui para comentar

BNT Vídeos

Quer receber as Newsletter BnT?

Cadastre-se e receba, um email exclusivo com as principais noticias produzidas pela equipe do Portal Boca no Trombone