Destaque Ponta Grossa

Polícia Penal se manifesta após protesto em frente à Penitenciária de PG

Mulheres, crianças e idosos se uniram em manifestação em frente à Penitenciária Estadual. Polícia Penal explicou motivo da suspensão das visitas

Após a veiculação de uma reportagem no Portal BnT Online, sobre manifestação de familiares de detentos na Penitenciária Estadual de Ponta Grossa, realizada neste domingo (11), o Departamento Penitenciário emitiu uma resposta oficial sobre o caso.

Segundo as informações fornecidas pela assessoria de Comunicação da Polícia Penal do Paraná (PPPR), o cancelamento das visitas aos detentos neste domingo (11) foi resultado de um procedimento interno de segurança na instituição.

A PPPR esclareceu que as medidas adotadas visam garantir a segurança e a integridade tanto dos internos quanto dos visitantes. As visitas serão reagendadas ao longo do mês de fevereiro, assegurando assim a continuidade do contato entre os presos e seus familiares.

Contudo, as denúncias feitas por um grupo de mulheres ao Portal BnT Online geraram preocupação e mobilização. Elas relataram terem sido barradas de visitar os detentos devido aos procedimentos em uma das galerias e mencionaram ouvir gritos vindos de dentro do presídio, sem entenderem exatamente o que estava ocorrendo.

Além disso, as denunciantes alegaram possíveis agressões contra os presos e um suposto abuso de poder por parte dos agentes penitenciários. A falta de informações por parte das autoridades penitenciárias aumentou a tensão e a incerteza entre os manifestantes.

Veja vídeo da manifestação

Confira, na íntegra, a nota enviada pela Assessoria de Comunicação do Depen

A Polícia Penal do Paraná informa que foi necessária na data de hoje (11) a realização de um procedimento interno de segurança na Penitenciária Estadual de Ponta Grossa (PEPG-US) e, por isso, as visitas às pessoas privadas de liberdade foram adiadas e serão remarcadas ao longo do mês de fevereiro.
A PPPR esclarece ainda que a PEPG-US segue com as demais atividades sem demais intercorrências.


    Marcos Silva

    Marcos Silva

    Jornalista formado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), com MBA em Gestão da Comunicação Empresarial pela Universidade Tuiuti do Paraná. Profissional com quase 20 anos de atuação em redações de rádio, jornal e portais de notícia.

    1 Comentário

    Clique aqui para comentar

    • Parabéns a polícia penal, que cancele mais visitas… Presidiário tem que cumprir a pena quietinho sem reclamar e se familiar encher o saco, bala de borracha e spray de pimenta na cara.

    BNT Vídeos

    Quer receber as Newsletter BnT?

    Cadastre-se e receba, um email exclusivo com as principais noticias produzidas pela equipe do Portal Boca no Trombone