Ponta Grossa

Sala do Empreendedor de PG completa mais de 12,5 mil formalizações

Assessoria
Desde a sua criação, a Sala do Empreendedor registrou 32,1 mil empresas formalizadas até abril de 2024, sendo que mais de 12 mil foram através de suas iniciativas

A Sala do Empreendedor de Ponta Grossa, referência no município no atendimento aos microempreendedores individuais (MEI), completou 13 anos de fundação com mais de 12,5 mil formalizações ao longo da sua trajetória e com a oferta de diversos programas que auxiliam na capacitação e aceleração dos pequenos negócios.

Desde a sua criação, a Sala do Empreendedor registrou 32,1 mil empresas formalizadas até abril de 2024, sendo que mais de 12 mil foram através de suas iniciativas. Completando esse ciclo de apoio, aproximadamente R$ 16,5 milhões foram concedidos em microcrédito, beneficiando centenas de empresários locais. Além disso, foram várias as capacitações: 643 empreendedores receberam consultorias especializadas e cerca de 29,1 mil participaram de oficinas, cursos e palestras.

Leia também: Indignados com assassinato, populares agridem autora do crime em PG

Por meio da Sala, empreendedores tiveram acesso a diferentes programas, a exemplo do Voe, iniciativa inédita no Paraná e um dos poucos existentes no Brasil, que auxilia no crescimento e no desenvolvimento dos negócios, no qual o gestor é capacitado de forma gratuita. Ao todo, 12 turmas foram concluídas.

Além dele, é ofertado o Decola, programa de ideação de negócios voltado para os potenciais novos empreendedores, com foco no autoconhecimento, capacitação e inovação. Desde sua implantação, foram formadas 16 turmas. Outros programas, como o Agilize e o Dona de Mim, também têm como foco o público atendido pela Sala.

Conforme a consultora do Sebrae/PR, Gabriela Cipriano, a Sala do Empreendedor de Ponta Grossa é uma rede parceira da instituição no atendimento aos pequenos negócios e tem papel fundamental no apoio ao desenvolvimento dos negócios locais.

“A Sala do Empreendedor é uma referência para outros municípios. Os números comprovam a importância desse canal de atendimento que, ao longo dos anos, recebeu diversos prêmios e ajudou a alavancar os pequenos negócios, resultando em mais empregos e renda para o município”, diz.

A presidente da Agência de Inovação de Ponta Grossa, Tônia Mansani, comenta que o espaço foi pioneiro no lançamento da Sala Digital, o que ajudou a simplificar as operações empresariais com os serviços on-line.

“Além disso, o atendimento foi estendido aos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), fortalecendo a rede de apoio ao empreendedorismo na comunidade”, diz.

Na Sala do Cras, foram realizados 679 atendimentos, além de 173 formalizações.

“Ponta Grossa reafirma sua posição como um polo de inovação e suporte ao empreendedorismo, celebrando uma trajetória de sucesso da Sala do Empreendedor, que continua gerando impactos positivos na economia local”, completa a consultora do Sebrae/PR.


BNT Vídeos

Quer receber as Newsletter BnT?

Cadastre-se e receba, um email exclusivo com as principais noticias produzidas pela equipe do Portal Boca no Trombone