Evento

Sicredi realiza assembleia com prestação de contas aos associados em PG

A gestão avalia que o último ano foi maravilhoso, pois a Cooperativa Sicredi foi eficiente, gerando sobras aos associados, tanto econômicas como sociais

A Sicredi Campos Gerais e Grande Curitiba PR/SP realizou, na última sexta-feira (26), uma assembleia de prestação de contas para os associados. O portal Boca no Trombone esteve no Clube Ponta Lagoa para acompanhar o evento, que representa a síntese do associativismo.

Em entrevista, o presidente do Sicredi Campos Gerais e Grande Curitiba, Marcio Zwierewicz, explicou que a assembleia é a conclusão do processo assemblear 2024, bem como, o último evento celebrativo aos nossos 35 anos da Cooperativa. “Concluindo porque nós fizemos 34 assembleias de núcleos, que ocorreram em todas as nossas agências e agora, os 123 delegados, que representam 160.000 associados, estão trazendo os votos oficializando o processo do ano de 2023”, conta.

A gestão avalia que o último ano foi maravilhoso, pois a cooperativa foi eficiente, gerando sobras aos associados, tanto económicas como sociais. Além de investimentos para as comunidades onde atuam, com diversos programas e ações de âmbito social e ambiental.

O presidente Marcio comenta que a única Semelhança do Sicredi com o banco são os produtos. Como cartão, empréstimo, seguro e aplicações, “mas o Sicredi é uma cooperativa onde você, empresário, na sua pessoa jurídica ou pessoa física, você do agronegócio” pode ser um associado. Em um banco nós podemos ser clientes e o lucro fica para o acionista, dono do banco. Em uma cooperativa você é um associado, você participa das decisões, dos resultados econômicos e sociais. Ajudando a administrar a cooperativa”.

A mensagem que o diretor executivo da Cooperativa Sicredi, César Bochi, deixa a comunidade é os números que mais impressionam são de pessoas envolvidas. “ 7.8 milhões de associados, mais de 14 mil coordenadores de núcleo, mais de 45 mil colaboradores.

“Nós somos sociedades de pessoas e nunca vamos esquecer disso, o que faz o Sicredi crescer é esse vínculo local como a comunidade. Aqui, a cooperativa dos Campos Gerais, é uma referência nacional, não só pelos números. Mas o resultado foi fantástico, neste ano é o maior resultado do Brasil do Sicredi, mas a ação que é feita na comunidade, ações sociais, o económico anda junto com o social. Eu estou sempre junto, dá orgulho do trabalho que é feito aqui na região”, finalizou o diretor Bochi.

O presidente da central Sicredi PR/SP/RJ, Manfred Dasenbrock, destaca que a empresa tem um grande desafio, mas tem boas causa. “A causa raiz de todos os movimentos é nunca se distanciado o ideal dos fundadores, que há 35 anos atrás construíram a cooperativa para preencher uma necessidade que cresce até hoje. As pessoas continuam com a necessidade de produtos civis financeiro de atendimento relacionamento tanto no campo quanto a cidade”, conta.

Confira, na reportagem de Marcos Silva, como foi a assembleia em Ponta Grossa:


Kauana Neitzel

Kauana Neitzel

Kauana Neitzel é jornalista formada pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).

Atua na área desde 2020. Possui experiência com redação em portais de notícia; trabalhou em rádio; participou de projetos do Governo do Paraná na área da fotografia e redação; estagiou na UTFPR, no departamento DIREC; trabalhou como chefe de redação em jornal impresso e site na região Centro-Sul do Paraná; atualmente, exerce o cargo de editora chefe no portal Boca no Trombone.

Comentar

Clique aqui para comentar

BNT Vídeos

Mais Lidas

Quer receber as Newsletter BnT?

Cadastre-se e receba, um email exclusivo com as principais noticias produzidas pela equipe do Portal Boca no Trombone