Destaque Entretenimento

Biblioteca Pública de PG recebe exposição ‘Casa dos Sentidos’

A mostra interativa é gratuita para toda comunidade e também contará com visitas especiais, guiadas, para professores e artistas.

Foi aberta hoje (21) a exposição ‘Casa dos Sentidos’, na Biblioteca Pública Professor Bruno Enei. A mostra é interativa e aborda vivências de crianças e adolescentes com autismo. A produção é da Guanabara Produções Culturais, com apoio da Montenegro Produções Culturais, por meio da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, e apoio, em Ponta Grossa, da Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Cultura.

A exposição, que tem sido levada para várias cidades do Brasil, fica em Ponta Grossa até o dia 3 de dezembro e é aberta ao público em geral. Nela, pode-se observar vivências e experiências de crianças e adolescentes com Transtorno do Espectro Autista (TEA), o que é apresentado em uma instalação interativa que alia sensibilidade artística com a temática das vivências desse público. A mostra é gratuita para toda comunidade e também contará com visitas especiais, guiadas, para professores e artistas.

Leia também: Aulão pré-vestibular da Igrejinha de Uvaranas está aberto à comunidade

Para o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal, é “muito gratificante receber um trabalho tão bonito e intenso, com um tema tão importante, nos 200 anos de Ponta Grossa”.

A exposição estreou no ano passado, em Curitiba. Com o sucesso do projeto, a segunda edição ganhou maiores proporções, com uma versão pocket da casa que circula por outros estados, tendo passado já por Monte Mor (SP) e Catalão (GO).

Nessa versão, a casa conta com cômodos como sala de jantar, quarto e cozinha elaborados, respectivamente, pelos artistas Bruna Alcântara, Marcella Callado e Bruno Romã.

A instalação busca traduzir em expressões artísticas os sentimentos e vivências das crianças e adolescentes com Transtorno do Espectro Autista (TEA), usando como símbolo o espaço de uma casa para representar essas impressões. “Cada um vê o mundo à sua maneira e as pessoas com TEA enxergam e interpretam a realidade de uma forma ainda mais individual. A proposta da curadoria é oferecer uma experiência inédita que fala sobre inclusão social por meio da arte. Tudo de forma sensorial e lúdica”, conta Giuzy de Luca, curadora do projeto.

Para desenvolver a Casa, a Montenegro Produções realizou um extenso processo de pesquisa, a partir de vivências com crianças autistas. Essa etapa foi toda acompanhada por profissionais formados em psicologia, pedagogia, psicomotricidade, fonoaudiologia e terapia ocupacional. Houve ainda apoio da Tismoo, primeira startup de medicina e testes genéticos para autismo, e do The Muotri Lab (da Universidade de San Diego, Estados Unidos), que investiga os mecanismos fundamentais para o desenvolvimento do cérebro e de transtornos como o autismo.

As visitas podem ser feitas de segunda a sexta, das 9h às 18h, e aos sábados, quando estará aberta exclusivamente para a exposição, das 13h30 às 17h. A Biblioteca Pública Municipal Professor Bruno Enei fica na Rua dos Operários, nº 100 – Olarias – Complexo Cultural Jovanni Pedro Masini.


BNT Vídeos

Quer receber as Newsletter BnT?

Cadastre-se e receba, um email exclusivo com as principais noticias produzidas pela equipe do Portal Boca no Trombone