Brasil

Cerca de 50% dos MEIs não enviaram declaração anual. Prazo encerra na sexta (31)

Imagem: PMPG
Devem entregar o documento quem atuou como MEI em qualquer período de 2023. Relatório deve ser entregue mesmo por quem declarou Imposto de Renda

A dois dias do fim do prazo, quase metade dos microempreendedores individuais (MEI) ainda não entregaram a Declaração Anual Simplificada para o Microempreendedor Individual (DASN-MEI) de 2024.

Segundo a Receita Federal, até as 11h desta quarta-feira (29), 7,9 milhões de profissionais autônomos haviam enviado o documento. Isso equivale a 50,3% dos mais de 15 milhões de MEIs ativos em 2023. O prazo de entrega acaba na próxima sexta-feira (31).

Devem entregar o documento quem atuou como MEI em qualquer período de 2023. Quem se tornou microempreendedor individual em 2024 só deve preencher a declaração em 2025.

Caso o profissional autônomo esteja encerrando as atividades como MEI, também deve enviar o documento. Nesse caso, é preciso escolher a opção “Declaração Especial”. A DASN-MEI está disponível na página do Simples Nacional na internet.

Na declaração, o MEI deverá informar a receita bruta total obtida com a atividade em 2023. O microempreendedor que estava ativo, mas não faturou no ano passado deve preencher o valor R$ 0,00 e concluir a declaração. Quem contratou empregado em 2023 deve marcar “sim” no campo que aparece no formulário.

Quem preenche o Relatório Mensal de Receitas Brutas tem o trabalho facilitado. Basta somar os valores de cada mês e informar na declaração.

Leia também: Vereadores aprovam selo ‘Idoso Seguro’ para asilos e casas de acolhimento de Ponta Grossa


Agência Brasil

Agência Brasil

A Agência Brasil é uma agência de notícias brasileira.

Comentar

Clique aqui para comentar

BNT Vídeos

Quer receber as Newsletter BnT?

Cadastre-se e receba, um email exclusivo com as principais noticias produzidas pela equipe do Portal Boca no Trombone