#VCcomaBNT Destaque

Em boletim, guarda municipal nega que tenha agredido jovem com autismo na UPA Santana

Guarda diz teria segurado o jovem pelo braço para fazê-lo deitar novamente. Entretanto, a mãe do jovem teria acusado o agente de agressão

A Guarda Municipal negou que um agente teria agredido um adolescente com autismo na UPA Santana na tarde desta sexta-feira (02), em Ponta Grossa.

De acordo com o boletim oficial da ocorrência, que foi obtido com exclusividade pelo portal BNT, a equipe foi acionada devido ao jovem, que é portador de autismo, estar agressivo na unidade, “proferindo xingamentos e ameaças de morte aos pacientes e profissionais do local”. Na UPA, o guarda teria advertido o adolescente pelas ações, que teriam continuado mesmo com a presença dos agentes.

Em dado momento, o paciente teria perguntado quando iria ser liberado e tentou se levantar do leito, momento em que o guarda teria segurado o jovem pelo braço para fazê-lo deitar novamente. Entretanto, a mãe do jovem teria acusado o agente de agressão, o que ele nega.

As equipes de enfermagem realizaram a contenção do jovem, e o guarda fez o boletim da ocorrência, na qual consta todas as informações aqui citadas.

A mãe do adolescente denunciou o caso de agressão na Corregedoria Municipal e na Polícia Civil com dois boletins de ocorrência, como publicado pelo BNT nesta sexta (02). Procurada, a Prefeitura Municipal e a UPA Santana disseram que estão investigando o caso.

Leia também: Após doações, mulher com câncer que necessitava ajuda consegue dinheiro para pagar exame


    BNT Vídeos

    Quer receber as Newsletter BnT?

    Cadastre-se e receba, um email exclusivo com as principais noticias produzidas pela equipe do Portal Boca no Trombone