Ponta Grossa

Ponta Grossa é a segunda cidade do Paraná que mais vacinou contra a gripe

Reprodução
Ao todo, 14.125 pessoas compareceram nas 24 salas de vacinação de Ponta Grossa e no Ônibus da Vacina para prevenir a doença

Em menos de três semanas, mais de 14 mil ponta-grossenses foram vacinados contra a gripe. Com essa estatística, Ponta Grossa é a segunda cidade do Paraná que mais vacinou na Campanha contra a Influenza, à frente de municípios como Cascavel, Londrina e Curitiba.

Ao todo, 14.125 pessoas compareceram nas 24 salas de vacinação de Ponta Grossa e no Ônibus da Vacina para prevenir a doença. O número pode ser consultado publicamente por meio da base de dados do Ministério da Saúde.

“Os dados refletem o empenho das equipes da Prefeitura na divulgação da Campanha contra a gripe e no ato da vacinação. Também mostram que as estratégias adotadas estão no caminho certo. O ponta-grossense entende que a vacinação é primordial na prevenção à doença e tem comparecido nas salas de vacinação, assim como no Ônibus da Vacina, que leva a saúde cada vez mais perto da população”, destaca a coordenadora do Departamento de Imunização, Stela Godoy.

Leia também: Saúde de PG oferece testagem rápida e gratuita para IST’s neste sábado (13)

A Campanha de Vacinação contra a gripe começou no dia 23 de março em Ponta Grossa e segue até 31 de maio.

Dia D

A Prefeitura de Ponta Grossa organiza intensa mobilização da Saúde neste sábado (13), quando ocorre o Dia D de Vacinação contra a gripe. Ao todo, nove salas de imunização e o Ônibus da Vacina vão estar abertos para receber o público-alvo da campanha. Todos os pontos vão atender das 9h às 17h, sem pausa no horário de almoço.

O Departamento de Imunização informa que estarão em funcionamento as salas de vacina das seguintes Unidades: Alfredo Levandoski (Gralha Azul), Cyro de Lima Garcia (Oficinas), Júlio de Azevedo (Vila Vilela), Luís Conrado Mansani (Uvaranas), Rômulo Pazzinato (Nova Rússia) e Santo Domingo Zampier (Costa Rica). Também haverá vacina contra gripe disponível na zona rural: CRUTAC (Itaiacoca), João de Oliveira Bello (Guaragi) e José Sebastião Rodrigues (Pinheirinhos).

Além desses pontos, a imunização estará disponível no Ônibus da Vacina, que estará na Estação Saudade, no Centro. O funcionamento também é das 9h às 17h.

Grupos prioritários

Nesta etapa a vacina segue destinada aos grupos prioritários. Estão elencados para receberem a imunização: crianças de seis meses a menores de seis anos; crianças indígenas de seis meses a menores de nove anos; trabalhadores da saúde; gestantes; puérperas; professores dos ensinos básico e superior; povos indígenas; pessoas com mais de 60 anos.

Também compõem grupos prioritários pessoas em situação de rua; profissionais das forças de segurança e de salvamento; profissionais das forças armadas; pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (independentemente da idade); pessoas com deficiência permanente; caminhoneiros; trabalhadores do transporte rodoviário coletivo (urbano e de longo curso); trabalhadores portuários. Fazem parte, ainda, funcionários do sistema de privação de liberdade; população privada de liberdade, além de adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas (entre 12 e 21 anos).

“A vacinação objetiva minimizar a carga viral e prevenir o surgimento de complicações decorrentes da doença, reduzindo os sintomas nos grupos prioritários, além de diminuir a sobrecarga nos serviços de saúde”, comenta a presidente da Fundação de Saúde, Priscila Degraf.

Reprodução

Das assessorias

Das assessorias

Textos produzidos pelas assessorias de imprensa. Sejam dos órgãos públicos, de empresas da iniciativa privada ou de organizações do terceiro setor.

Comentar

Clique aqui para comentar

BNT Vídeos

Mais Lidas

Quer receber as Newsletter BnT?

Cadastre-se e receba, um email exclusivo com as principais noticias produzidas pela equipe do Portal Boca no Trombone