Destaque Política

Ponta Grossa fecha acordo com a Sanepar e elimina débito de R$ 90,7 milhões

Divulgação
Fechamento das negociações junto a Sanepar nesta quinta-feira (15) põe fim a uma dívida de quase 25 anos com a Companhia. Saiba mais

A prefeita Elizabeth Schmidt, acompanhada do Procurador Geral do Município, Gustavo da Matta, e do secretário da Fazenda, Cláudio Grokoviski, encerraram nesta quinta-feira (15) as negociações com a Companhia de Saneamento do Paraná – Sanepar. A negociação zera a dívida histórica de cerca de R$ 90,7 milhões do débito comercial considerando valores ajuizados e não ajuizados que o Munícipio tinha com a empresa.

A negociação entre o Município e a Sanepar teve início após uma série de reuniões com o Conselho de Administração da Companhia, que deu aval para o acordo. Após a concordância da empresa, a Prefeitura enviou à Câmara Municipal um Projeto de Lei solicitando a autorização para o acordo, o qual foi aprovado pelos vereadores.

Leia também: Prefeita Elizabeth autoriza pavimentação de trecho inicial da Estrada do Alagados

Ao assinar o acordo, a prefeita Elizabeth Schmidt destacou a transparência com que a questão foi tratada em todas as etapas. “Foram várias reuniões para tratar do assunto, inclusive com os vereadores, a fim de esclarecer a importância dessa negociação que retira o Município da lista de devedores da Companhia. Geramos uma economia de quase R$ 40 milhões para Ponta Grossa. Foi um processo longo e difícil, mas, entre outras vitórias, não teremos que desembolsar nenhum real agora, porque o valor negociado será abatido em pagamentos futuros. Assim é que se faz uma gestão transparente, verdadeira e comprometida com as contas da cidade”, comemora a prefeita.

O valor final da negociação ficou em R$ 53,2 milhões, o qual coloca fim em uma dívida de quase três décadas. “Desde o início da gestão, mantemos em dia o pagamento das faturas junto a Sanepar, e hoje encerramos uma dívida que vem desde o ano de 1999 com ausência de pagamento, e isso somente foi possível graças ao apoio total do Legislativo e negociação com a Companhia para redução dos valores”, destacou a prefeita.

Para o Procurador Geral do Município, Gustavo da Matta, a administração agiu com responsabilidade. “O valor em discussão poderia se transformar em um grande precatório que, pelo valor, inviabilizaria a cidade em longo prazo, além de pôr fim a uma demanda judicial que se estende por décadas”, afirmou.

O secretário da Fazenda, Cláudio Grokoviski, destacou a importância do fechamento das negociações, além da melhora da alavancagem financeira do Munícipio face as operações de crédito. “Conseguimos quitar uma dívida histórica com desconto, sem qualquer desembolso financeiro, pois o valor negociado será abatido das luvas pela prorrogação, e ainda sobrará valor das luvas para investimentos neste ano”, finaliza Grokoviski.

O ato de assinatura do encerramento das negociações ocorreu em Curitiba e contou com a presença do presidente de Sanepar, Claudio Stabile, da prefeita Elizabeth Schmidt, do secretário da Fazenda, Cláudio Grokoviski, do procurador Geral do Município, Gustavo da Matta, do diretor-administrativo da Sanepar, Fernando Guedes, do diretor jurídico, Marcos Cavassin, e do gerente de concessões, Anderson Coelho.

Divulgação

BNT Vídeos

Quer receber as Newsletter BnT?

Cadastre-se e receba, um email exclusivo com as principais noticias produzidas pela equipe do Portal Boca no Trombone