Destaque Ponta Grossa

BNT Entrevista: Exposição propõe foco em periferias e áreas rurais de Ponta Grossa

Duante entrevista ao portal BNT, Angelo destaca que o projeto é uma exposição fotográfica voltada a dar voz a aqueles que não tem voz na cidade. Confira abaixo.

Angelo Eduardo Rocha, Mestre em Jornalismo pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), conquistou o 4º lugar no Concurso Cultural para Propostas de Circulação, Formação e Produção Artístico-Culturais Alusivas aos 200 anos de Ponta Grossa.

Seu projeto, intitulado de “20 Esperanças em 200 anos de Ponta Grossa”, foi premiado com uma nota de 9,3 de 10, na categoria de Circulação Cultural. Na categoria onde Angelo foi premiado, apenas 7 projetos foram selecionados, de um total de 88 propostas, onde cada autor de projeto selecionado levou o prêmio de R$12 mil para casa. O valor total em prêmios disponibilizado pelo edital foi de R$525 mil, distribuído em 63 premiações, provenientes do Fundo Municipal de Cultura. O edital é uma iniciativa da secretaria em conjunto com o conselho municipal de cultura.

Duante entrevista exclusiva ao portal Boca no Trombone, Angelo destacou que seu projeto premiado é uma exposição fotográfica autoral que contempla temáticas envolvendo esperanças que não foram atendidas na cidade. “A exposição tem esse objetivo de olhar mais para as periferias e áreas rurais da cidade, mas não somente, também para bairros e núcleos localizados no centro da cidade que também têm demandas que ainda não foram atendidas”, disse.

O jornalista também conta que a exposição utiliza uma técnica diferente, chamada de Lambe-Lambe, onde as fotografias foram impressas em papéis outdoor e coladas em três fachadas de colégios estaduais de Ponta Grossa. Essa exposição envolveu com entusiasmo os estudantes, como conta Angelo. “Eu envolvo os alunos nesse processo de manifestar essas esperanças para a sociedade. As fotografias foram instaladas no colégio Regente Feijó, colégio Borell Du Vernay em Uvaranas e no colégio Prof Sirley Jagas no bairro Santa Luzia”, afirma.

Assista a entrevista completa abaixo:

Em 15 de setembro de 1823 Ponta Grossa foi elevada à Freguesia, a menor divisão administrativa na época do Brasil Império, por isso convencionou-se esta data como o aniversário do município. Como parte das comemorações do Bicentenário da Princesa dos Campos, o edital teve como temática os 200 Anos de Ponta Grossa, visando homenagear e valorizar a história do município, de seus fundadores e dos seus habitantes e de oferecer à população trabalhos de valor histórico, artístico e cultural.

Leia também: Concurso de imagens escolhe capa do novo livro de colunista do BNT


Lucas Portela

Lucas Portela

Lucas é jornalista formado em Bacharel pelo Centro Universitário Santa Amélia (UniSecal) de Ponta Grossa.

Graduado desde 2021, possui experiência com redação em portais de notícia, trabalhou nos bastidores de uma emissora de TV local, se aventurou como produtor audiovisual em uma agência de publicidade, já estagiou como assessor de imprensa na Secretaria Municipal de Educação de Ponta Grossa e atualmente exerce o cargo de jornalista redator no portal Boca no Trombone.

Comentar

Clique aqui para comentar

BNT Vídeos

Mais Lidas

Quer receber as Newsletter BnT?

Cadastre-se e receba, um email exclusivo com as principais noticias produzidas pela equipe do Portal Boca no Trombone