Política

Após dois anos, Requião anuncia desfiliação do PT e critica o partido e Lula

O ex-governador estava filiado ao partido desde 2022, quando disputou a eleição para o comando do Estado. Requião critica posturas do partido e de Lula

O ex-governador Roberto Requião, 83 anos, anunciou a sua saída do Partido dos Trabalhadores (PT) nesta quarta-feira (27). O anúncio foi feito em meio a críticas do político a posturas do partido e do presidente Lula.

Em diversos posts nas redes sociais, Requião critica o governo Lula por ter aprovado e autorizado a nova implementação do pedágio no Paraná. Além disso, outras decisões como o apoio a privatização da Copel e a eleição para prefeito de Curitiba, onde o partido deverá apoiar Luciano Ducci (PSB) como candidato, que Requião diz ser de “centro-direita”.

Em vídeo, o político criticou a federação de partidos onde atuava. “Eles prometem uma coisa e fazem outra. Essa frente que era pra ser da esperança, virou a frente da desesperança”, afirmou.

O ex-governador estava filiado ao partido desde 2022, quando disputou a eleição para o comando do Estado e perdeu para o atual mandatário Ratinho Júnior. Requião quer permanecer ativo na política e estuda uma nova filiação partidária.

Leia também: Governo Federal prorrogará programa ‘Desenrola Brasil’ até 20 de maio


Carlos Solek

Carlos Solek

Castrense, formado em jornalismo pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (2020-2023). Atua no portal BNT desde setembro de 2022.

Comentar

Clique aqui para comentar

BNT Vídeos

Mais Lidas

Quer receber as Newsletter BnT?

Cadastre-se e receba, um email exclusivo com as principais noticias produzidas pela equipe do Portal Boca no Trombone